sábado, 29 de dezembro de 2018

O rapaz dos hipopótamos, um livro de Margaret Mahy

"O rapaz dos hipopótamos"
Texto de Margaret Mahy e ilustrações de Steven Kellogg
Editado pelos Livros Horizonte em 2009
"Um hipopótamo seguiu um rapazinho da escola até casa: no dia seguinte havia 2 hipopótamos; todos os dias chegavam mais hipopótamos. O pai procurou uma bruxa para dar ao rapazinho um remédio anti-hipopótamos, mas..."
Fonte. Wook


Álbum narrativo da autoria conjunta de Margaret Mahy
(Prémio Andersen 2006 e autora da mensagem do IBBY relativa à comemoração do Dia Internacional do Livro Infantil de 2007)
e Steven Kellog

"O Rapaz dos Hipopótamos articula, de forma particularmente sensível, a realidade e a fantasia, dando conta de uma certa visão infantil do mundo e das coisas, promovendo o espanto e o humor. Assim, parece depreender-se da leitura da narrativa e da observação conjunta das ilustrações um elogio ao sonho e à capacidade criadora da criança em inventar mundos alternativos e personagens maravilhosas com as quais convive tranquilamente, independentemente da estranheza que isso possa provocar nos adultos que o rodeiam.
As ilustrações complementam a leitura do texto, substituindo-o inclusivamente nos momentos finais e adicionando à narrativa muito elementos relevantes e curiosos que não escaparão à observação minuciosa dos pequenos leitores a quem o álbum se destina referencialmente. "

Por Ana Margarida Ramos in http://www.casadaleitura.org/


Livro Recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para 2º Ano de Escolaridade

Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas leituras!

"Que amigo levo comigo?" de Dr. Seuss

"Que amigo levo comigo?"
Texto e ilustrações de Dr. Seuss
Editado pela Booksmile em 2015

"Queremos um amigo.

Queremos um amigo.
Que tipo de amigo 
Vou levar comigo? 
O cachorro? 
O gatinho? 
A gata? 
Ou o cão? 
Oh, pá! 
Isto não vai 
ser fácil, não."


Fonte: interior do texto
O autor:

Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura 
para o 2º Ano de escolaridade


Obra disponível na rede de Biblioteca do concelho de Arganil
Boas Leituras!

"Comprar, comprar, comprar!" um livro de Luísa Ducla Soares

Comprar, comprar, comprar!
Texto de Luísa Ducla Soares e ilustrações de Sandra Serra
Editado pela Porto Editora em 2015

"Não havia rapaz mais consumista que o Rúben. Só estava feliz a comprar, comprar, comprar!
Mas no aniversário recebeu um presente inesperado que lhe deu a volta à vida e à cabeça. 
O que seria? 
Se não conseguem adivinhar, abram o livro e leiam esta história carregadinha de descobertas e humor."


Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para o 3º ano de escolaridade 

Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras!

"Poema para as quatro estações”, um livro de Manuela Leitão


"Poema para as quatro estações”
Texto de Manuela Leitão e ilustrações de Catarina Correia Marques
Editado pela Máquina de Voar em 2017

"Para que as plantas floresçam na primavera, é preciso que, antes disso, o inverno as embale na terra, que o outono lhes espalhe as sementes ao vento, que o verão lhes amadureça os frutos. Os animais vão e vêm, conforme faz mais frio ou mais calor, e até nós nos comportamos de maneira diferente, com alegrias e afazeres próprios de cada tempo. Nenhuma estação do ano faz sentido sem as restantes. Bom mesmo é sabermos contemplar a beleza de cada uma delas — essa espécie de poesia de que nos apercebemos não só com os sentidos, mas, sobretudo, com o coração.” 

Nomeado pela Sociedade Portuguesa de Autores para Melhor Livro Infanto-juvenil de 2017



Previsão do tempo 

Venham ventos, vendavais, 
Tempestades, furacões, 
Neve, chuva, gelo, nuvens, 
Nevoeiros e tufões. 
Venham também os relâmpagos, 
Granizo e os trovões… 

Não tenho medo de nada, 
Nem frio, que até dói: 
Com cachecol, gorro e luvas, 
E umas botas à cowboy, 
Mais uma capa de lã…tarã!... 
… Transformo-me num super-herói!
Fonte: interior do livro

Ilustrações de Catarina Correia Marques

Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Festas e Boas Leituras!

quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

"O Natal do Elmer", um livro de David Mckee

"O Natal do Elmer"
Texto e ilustrações de David Mckee
Editado pela Nuvem de letras em 2017

"Chegou a altura da visita anual do Papá Vermelho, e os elefantes mais novos estão muito entusiasmados! Os presentes estão prontos, mas este ano o Elmer tem uma surpresa especial na manga para os elefantes mais pequenos, desde que eles consigam manter-se sossegados e escondidos…"

"Nesta história de Natal, as ilustrações brilhantes e divertidas e o sentido de humor são perfeitos para os mais pequenos" - Daily Mail

Fonte: contracapa do livro


Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Festas e Boas Leituras!

“Rogério e Eugénio no Templo de Salomão”, um livro de Alice Cardoso


“Rogério e Eugénio no Templo de Salomão”
Texto de Alice Cardoso e ilustrações de Carlos J. Campos
Editado pela Recortar Palavras em 2018


"Os gémeos Rogério e Eugénio lutam pela sua individualidade. 
Porém, é a união que os faz vencer os inúmeros obstáculos de uma fantástica aventura, passada no Templo do rei Salomão

Vem conhecê-los e entra num mundo onde o real e o imaginário se cruzam, onde tudo é permitido, onde o tempo não se mede pelo relógio...

Uma aventura onde reinam a astúcia, a habilidade, a sabedoria e a cooperação, passada num espaço onde se movimentam figuras mitológicas e virtuais, onde se decifram enigmas e se questiona o próprio texto."

Fonte: Bertrand
Fonte: interior do livro

Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil.
Boas Leituras!

"Brincar com os sons das vogais", um livro de Alice Cardoso


"Brincar com os sons das vogais"
Texto de Alice Cardoso e ilustrações de Bolota
Editado pela Recortar Palavras em 2017

"Os cinco grafemas a que correspondem as vogais têm catorze sons (nove orais e cinco nasais) que as crianças devem explorar, para fazerem as suas reflexões, de forma a facilitar-lhes a aprendizagem da leitura e da escrita. 

Com este livro, esse processo pode ser feito através de jogos de linguagem estimulantes, textos divertidos. 

Um projeto inovador, que se direciona à educação pré-escolar, aos primeiros anos do Ensino Básico e também ao desenvolvimento do português em crianças que o têm como segunda língua."

Fonte: contracapa do livro





Fonte: interior do livro


Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil.
Boas Festas e Boas Leituras!

terça-feira, 18 de dezembro de 2018

O Natal: Dicionário por imagens dos pequeninos

O Natal
Dicionário por imagens dos pequeninos

Concepção de Nathalie Belineau e texto de Emilie Beaumont.
Ilustrações de Sylvie Michelet. Editado pela Fleurus em 2004


Um livro destinado aos mais pequenos, para descobrirem e compreenderem 
o Natal e as suas tradições.


Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura
 para projectos relacionados com o Natal!



Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil.
Boas Festas e Boas Leituras!

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

"Os animais escritores", um livro de Alice Cardoso


"Os animais escritores"
Texto de Alice Cardoso e ilustração de Sofia Ambrósio
Editado pela Recortar Palavras em 2017 

Os animais das matas e das florestas reúnem-se, a fim de encontrar a solução para um grande problema: o desaparecimento das crianças que costumavam brincar nos espaços verdes. Para bem das crianças e da sua autoestima, os animais resolvem escrever um livro com os jogos que popularizaram os seus nomes. 

"Os animais escritores" é um livro constituído por uma história fantástica e por jogos motores com nomes de animais, resultando em um convite para a exploração de ambientes naturais, onde se pode brincar de forma saudável e criativa.

Fonte: Wook


Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil.
Boas Leituras!

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

"Um conto de Natal", da autoria da Prof. Graça Moniz

Hoje partilhamos um belíssimo conto da autoria da Professora Graça Moniz.
Para ler e reler!


Conto de Natal 

A noite estava fria. Um frio que enregelava os ossos. Lá fora não havia viva alma, nem os cães da aldeia se ouviam. O silêncio era total. 
Naquela pobre casa viviam oito, das dez pessoas daquela família. O pai, a mãe e os seis filhos mais novos, pois os mais velhos já haviam saído para servir em casa alheia.
O sustento da casa vinha do trabalho do pai, que era trabalhador rural na “ Casa do Senhor lá da terra ”. Não havia fome, mas a fartura também não habitava ali. Para o dia-a-dia lá se ia amparando a vida… 
A vida era dura, muito duro… o pai trabalhava de sol a sol. As suas mãos eram duras e calejadas do cabo da enxada. A sua cara era enrugada como se de um velho, muito, muito velho se tratasse (só tinha 50 anos). Mas o seu coração era de ouro. Ouro do mais fino quilate!
Naquela noite fria em que tudo à volta enregelava, o pobre homem não deixava que na lareira faltasse a lenha que dava à casa o conforto mínimo para que à volta da lareira pais e filhos se escutassem uns aos outros. 
O serão era sempre muito curto, mas o suficiente para os filhos aprenderem um pouco das belíssimas histórias que os pais lhe contavam. Histórias que já eles tinham aprendido com os seus pais e com os seus avós. 
Naquela noite, já era Dezembro, aproximava-se o Natal e o filho mais novo que estava sempre muito atento a tudo o que ouvia disse: 
- Pai, mãe, por que razão nós não temos prendinhas do Menino Jesus e não pomos os sapatos na chaminé? 
- Filho, como podemos ter cá em casa o Menino Jesus se a nossa casa é tão pobre? Ele nunca viria até esta velha casa aqui perdida na serra…- respondeu a mãe 
- E por que não pomos os sapatos na chaminé?- Interpelou de novo 
- Mano, ainda não percebeste que não pomos os sapatos, porque não os temos…! 
Fez-se silêncio! De repente o pai exclamou: 
- Tive esta noite um sonho maravilhoso! 
- O que foi? – perguntaram todos numa só voz. 
“ Eu dormia tranquilamente, quando uma mão muito fofinha e muito meiga me acariciou a barba. Ao acariciar-me disse-me que este Natal ia ser muito diferente na minha casa. Íamos receber uma Visita inesperada. Teríamos uma Ceia como a da casa do patrão. Haveria um saco de presentes junto à porta do quintal. Os vossos irmãos mais velhos estariam cá também. A vossa mãe abriria as gavetas e de todas elas sairiam coisas que até hoje nunca cá tivemos. A fartura seria uma realidade e todos vocês teriam um lindo par de sapatos para usarem pela 1ª vez nas vossas vidas.” 
- Mas, havia uma condição … a nossa família tinha de continuar a ser humilde, trabalhadora e educada, como sempre fora. 
Se isto fosse respeitado no Natal confirmaríamos o que aquele estranho ser (que não vi, só senti e ouvi) me tinha vindo anunciar.” 
Entusiasmados com o sonho agora desvendado, cada um se foi deitar. Era preciso esperar para ver! 
Os dias passaram. As lides do pai e da mãe continuaram. Os serões permaneceram iguais.
Estávamos a 24 de Dezembro. Uma manhã em que a neve cobria o monte e eis que de repente a mãe dá um grito de alegria e chama “- venham cá meus filhos, ide chamar o pai ao estábulo das vacas, os vossos irmãos estão a chegar. Louvado seja Deus Nosso Senhor”
Cada um fez o que a mãe pediu e quando o pai chegou já todos estavam sentados à volta da lareira a escutar as aventuras que os irmãos mais velhos tinham vivido para ali estarem naquele momento… 
Aproximava-se a hora do almoço e a mãe um pouco angustiada sem saber o que dar a comer à família, lembrou-se de abrir a gaveta da mesa grande, pois, podia ser que por lá ainda houvesse um pouco do toucinho fumado que lá costumava guardar e com ele faria qualquer coisita… 
Se bem pensou, melhor o fez e eis senão quando, ao abrir a gaveta tem a maior surpresa da sua vida… dentro estava uma caixa lindíssima e dentro da caixa um bilhete que dizia:
“ Vai à porta do quintal e traz para dentro o saco que lá encontrares. Só tens de por na mesa a toalha mais bonita que tiveres e não te preocupes que tudo o resto vai aparecer!”
A mãe lembrando-se do sonho do marido, não hesitou e fez tudo como havia lido no estranho recado.
Era já a hora do almoço. A toalha, bordada por si, quando era jovem, cobria a mesa. Então foi ao quintal e o saco lá estava. Era tão pesado que precisou de ajuda para lhe pegar. Quando o saco foi pousado no chão da humilde cozinha, e como por magia, a mesa ficou repleta de tudo o que era bom. Tanta comida que nem durante uma semana a conseguiriam comer…
O pai olhava deslumbrado para tudo aquilo. Tinha a sensação que a mão fofinha e delicada lhe acariciava de novo a barba. Olhando os filhos e a mulher com a maior das ternuras deixou cair duas lágrimas brilhantes pela face enrugada…é então que uma voz se faz ouvir vinda lá do fundo do corredor escuro da casa. 
- Venham cá depressa estão aqui umas caixas com sapatos para nós…- gritava o filho mais novo
Era mesmo verdade, o sonho estava a ser uma realidade e a que deveriam tal acontecimento?
A mãe, que normalmente não falava muito, perguntou aos filhos: - O que vos parece tudo isto que nos está a acontecer? 
E todos em coro responderam: - A nossa humildade e o nosso amor fizeram nascer o NATAL.

Graça Moniz
(Conto de Natal criado pela autora) 

Boas Leituras e Feliz Natal!

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

"Sofia Dias: especialista em unicórnios", um livro de Morag Hood


"Sofia Dias: especialista em unicórnios"
Texto e ilustrações de Morag Hood
Editado pela Zero a Oito em 2018

Um tema que está totalmente na moda e que as meninas adoram - Unicórnios
Uma história cheia de imaginação e cor, com uma capa super atractiva. 

A Sofia Dias é uma menina muito especial… É uma especialista em unicórnios! 
Ela ensina tudo o que é preciso saber sobre os seres mitológicos mais fofinhos de sempre. 

Um livro que prova que a magia pode estar em qualquer lugar, quando os mais novos dão asas à imaginação.

Fonte: Wook


Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil.
Boas Leituras!

"Com muita pinta!", um livro de Lara Xavier

"Com muita pinta!"
Texto de Lara Xavier e ilustrações de Célia Fernandes
Editado pela texto Editores em 2018

Com muita pinta escrita em rima, os alunos podem explorar as quantidades até 100, com representações visuais dessas quantidades que desenvolve o cálculo mental e sentido de número. 

Através da narrativa e das ilustrações vamos ensinar a aprender matemática. 
Em cada livro, atividades que exploram os conteúdos matemáticos das histórias que os alunos podem realizar sozinhos ou ser aplicadas em de sala de aula. 
Assim, de uma forma lúdica e divertida, desenvolvem, em simultâneo, competências nas áreas do português e da matemática. 


Booktrailer





A Autora: Lara Xavier

Lara Xavier nasceu em Angola, morou na Holanda e vive atualmente em Portugal.

Iniciou-se na escrita com o livro Gosto deles Porque Sim  (ed. Texto, 2007) e desde então tem publicado livros em várias editoras.
Recebeu o prémio Fundação António Quadros pelo livro Nunca Digas Nunca (ed. Texto, 2013).

Atualmente divide o seu trabalho entre a escrita, a edição e o design gráfico.

A sua capacidade para perceber e expressar os sentimentos das crianças faz com que as suas histórias sejam lidas com agrado tanto por miúdos como por graúdos.



Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil.
Boas Leituras!

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

"As 4 estações e outras complicações", um livro de Manuela Ribeiro

"As 4 estações e outras complicações"
Texto de Manuela Ribeiro e ilustrações de Irina Duque
Editado pela Textiverso em 2018

OUTONO


"O tempo já refrescou,
a escola recomeçou,
vimos de novo os amigos
e estamos bem mais crescidos.

O Outono vai avançando
e as folhas vão-se pintando
de castanho avermelhado
e de amarelo dourado.

Começaram a aparecer
os carrinhos a vender
a bela castanha assada
e a avó já fez marmelada.

O calor foi mesmo embora
e o que dá vontade agora
é que volte num instante
o Verão ainda distante."
Fonte: interior do livro


Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil.
Boas Leituras!

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

"Não deixes o pombo guiar o autocarro", um livro de Mo Willems

"Não deixes o pombo guiar o autocarro"
Texto e ilustrações de Mo Willems
Editado pela Booksmile em2015 

O Pombo quer, porque quer, guiar o autocarro. Mas os pombos não podem conduzir!
Este pombo, como é teimoso, não quer saber disso para nada. Ele vai tentar convencer-te a deixá-lo fazer o que quer. Achas que vais conseguir dizer-lhe não?

Começa assim:

"Olá! Eu sou o motorista do autocarro. Olha, tenho de ir ali num instante.
Podias tomar conta de tudo até eu voltar?
Obrigado. E não te esqueças:

Não deixes o pombo guiar o autocarro!"
Fonte: interior do livro


Texto e ilustrações de Mo Willems

Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil.
Boas Leituras!

terça-feira, 6 de novembro de 2018

"O caso da Rua Jau", um livro de Mário Castrim

O caso da rua Jau
Texto de Mário Castrim e ilustrações de Jorge Barros
Editado pela Câmara Municipal de Lisboa, D.L. 1994. 

A novela de Mário Castrim tematiza, de um ponto de vista singular, a questão da vigência da Ditadura salazarista e os seus reflexos no universo escolar, recriando, através de uma narrativa encaixada, as diferenças entre a actualidade e o Estado Novo. Trata-se, de alguma forma, de aproximar os jovens leitores contemporâneos, através das comparações implicitamente sugeridas, de uma realidade desconhecida, marcada pela falta de liberdade, pela censura e pela intolerância. O ambiente escolar, as relações entre os jovens, as condições de vida das famílias assim perspectivados permitem perceber as modificações introduzidas pela Revolução de Abril e pela Liberdade. Com um discurso vivo e cativante, marcado pela coloquialidade e pelo diálogo e acção constantes, Mário Castrim consegue cativar os leitores e desafiá-los a tirar as suas conclusões pessoais das várias histórias que aqui são narradas. 

Por Ana Margarida Ramos
in http://www.casadaleitura.org


Livro disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras!

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

"O bando da meia noite", um livro de David Walliams

"O bando da meia noite"
Texto de David Walliams e ilustrações de Tony Ross
Editado pela Porto editora em 2016

"Depois de Tom levar um piparote na cabeça em pleno jogo de críquete, acorda no hospital, onde é recebido pelo homem mais assustador que já viu. E quando pensa que nada pode piorar, conhece a terrível enfermeira responsável pelas crianças…

Tom nem sonha que está prestes a viver a aventura de uma vida…

Esta é a deliciosa história de cinco crianças numa enfermaria de hospital, que adoram quando o relógio dá a meia-noite. Porquê? Porque a essa hora, enquanto o mundo dorme, para elas a aventura está apenas a começar..."

Fonte: contracapa do livro


Livro disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras!

sexta-feira, 2 de novembro de 2018

"Posso dormir na vossa cama?", um livro de Ilan Brenman

"Posso dormir na vossa cama?"
Texto de Ilan Brenman e ilustrações de Jo Franco
Editado pela Booksmile em 2018

Quem nunca quis dormir na cama dos pais que levante o dedo!

A Gabriela quer muito dormir na cama dos pais. Mas o pai, para convencê-la a desistir da ideia, inventa mil e uma desculpas esfarrapadas. A pequena Gabriela não vai na conversa e, como é muito espertalhona, tem sempre respostas criativas na ponta da língua.
E no fim? Quem será que vai ganhar este desafio?

Um livro maravilhoso que explora as etapas próprias do crescimento das crianças: o relacionamento entre pais e filhos e as dinâmicas da hora de dormir.

Fonte: contracapa do livro

Sobre o autor:
Psicólogo de formação, Ilan Brenman é um dos mais conhecidos e acarinhados escritores brasileiros de literatura infantojuvenil.
Em 2011, com o livro O Alvo (Ed. Ática), recebeu o prémio de Melhor Livro para Crianças, atribuído pela Fundação Nacional do Livro Infantojuvenil.
Já publicou mais de 70 livros no Brasil, alguns dos quais podemos encontrar traduzidos e publicados em países como a Polónia, China, Coreia, Espanha, México, França, Dinamarca, Suécia, Itália e, desde 2016, em Portugal, pela Booksmile.
Há mais de 20 anos que percorre o Brasil e o resto do mundo a dar palestras sobre as mais diversas temáticas no âmbito da Educação e da Cultura.
Em 2011, tornou-se colunista da revista Crescer, a principal publicação brasileira dedicada à maternidade e à primeira infância.
Em 2014 e 2015, estreou dois programas semanais na Rádio CBN, a mais prestigiada rádio do seu país, onde fala abertamente sobre Educação e Literatura.

Mais sobre o autor em: www.ilan.com.br

Sobre a ilustradora:
Jo Franco (Joana Franco) é ilustradora e animadora 2D de formação. Estudou em Lisboa e em Austin, Estados Unidos, onde se especializou em Animação Digital. Enquanto freelancer, já desenvolveu trabalhos de animação e ilustração um pouco para todo o mundo.
Faz parte do projeto «Era Uma Vez Um Sonho», um ambiente de cor e magia com o qual colabora há mais de 16 anos. Além disso, é formadora na Etic, a escola onde se formou, nas áreas de Concept Art e Animação em Videojogos.
Sonhadora e criativa, Joana Franco criou o Stories Studio, onde procura, através das mais diversas plataformas digitais, criar narrativas interativas e animadas. O seu objetivo é dar vida e cor ao mundo digital.
Mais sobre a ilustradora em: www.jofranco.com



Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras!

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

"Os Mauzões", um livro de Aaron Blabey

"Os Mauzões"
Um livro de Aaron Blabey
Editado pela Porto Editora em 2018

Eles são MAUZÕES, todos sabem disso. São assustadores, perigosos e... MAUS.
Mas estes tipos querem ser HERÓIS.
E vão prová-lo fazendo boas ações… quer QUEIRAS quer não.

Prepara-te para o mais divertido, atrevido e espetacular livro que alguma vez leste.
Prepara-te para conheceres os MAUZÕES.

Fonte: contracapa do livro


O Autor:
Aaron Blabey era um péssimo ator, por isso, decidiu escrever anúncios irritantes para televisão. Depois, ensinou desenho a quem desenhava melhor do que ele. Até que decidiu escrever livros, e adivinhem? Os seus livros receberam diversos prémios e muitos tornaram-se famosos. Então, ele pensou: “Ser autor é excelente! Esta será a minha profissão!
Hoje, Aaron vive numa montanha, na Austrália, com a sua esposa, três filhos e uma piscina cheia de tubarões brancos. OK, é mentira. Ele só tem dois filhos.





Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras!

"Vampiros ou nem por isso", um livro de Álvaro Magalhães

"Vampiros ou nem por isso"
Texto de Álvaro Magalhães e ilustrações de Carlos Campos
Editado pela Asa em 2010

Valentim começa o seu Diário, onde descreve os primeiros dias de vampiros nem por isso de toda a família, que vive escondida em Vivalma, no sótão da velha casa de campo. No Porto, Adolfo Mil-Homens, caçador de vampiros, fica na pista deles e, entre alhos e estacas de madeira, prepara a sua expedição de caça. Entretanto, a casa de campo dos Perestrelo é vendida pelo herdeiro, o tio Basílio, e vai ser demolida. Pior ainda: Mil-Homens chega a Vivalma, com o seu ajudante Medronho, e procura o jazigo deles no cemitério, enquanto canta: 

"Ah, caçar, caçar, caçar, /
Há caça por todo o lado
e é preciso caçar
o que ainda não foi caçado."
Fonte: contracapa do livro



Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras!

"A bruxa Zanaga", um livro de Margarida Castel-Branco

"A Bruxa Zanaga"
Texto de Margarida Castel-Branco e ilustrações de Carla Antunes
Editado pela Verbo em 2004

"Quando a Bruxa Zanaga passa finalmente no exame final, o Rei pede-lhe que arranje um príncipe para se casar com a sua filha, a princesa Toleirona. A Bruxa Zanaga logo se apressa a satisfazer o pedido do Rei, transformando um burro que por ali andava a pastar num belo Príncipe...
Mas será que isto de um burro no lugar de um príncipe vai dar certo?"
Fonte: Wook

 “Sete contos, sete bruxas, sete aventuras com reis, sete princesas esbrenhuxas, sete bruxedos cruéis, sete fadas generosas, sete histórias fabulosas, quem lê uma lê mais seis."
Ilustrações de Carla Antunes

Histórias originais e muito divertidas de bruxas, reis, rainhas e princesas, que nos fazem recordar as histórias tradicionais portuguesas. Colecção exemplar que reflecte o dinamismo e a criatividade dos autores portugueses de Literatura Infantil.

Fonte: contracapa do livro


Fonte: interior do livro

Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras!

terça-feira, 30 de outubro de 2018

"Gira Gira vai à lua", um livro de Mário Castrim


"Gira Gira vai à lua"
Texto de Mário Castrim e ilustrações de Elsa Navarro
Editado pelo Campo das Letras em 


"Houve um incêndio naquela casa pobre. 
Estavam lá dentro duas crianças. 
A Isabel entrou na casa por entre o fumo. 
Veio de lá com crianças ao colo. 
- Uma menina valente! – disseram os bombeiros."

Fonte: interior do livro



Livros de pequeno formato, com apelativas ilustrações de Elsa Navarro e textos divertidos do saudoso Mário Castrim, que nos contam as peripécias vividas por uma simpática e curiosa girafa. 

Fonte: Wook 

Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras!

"A Fada dos dentes", um livro de Luísa Ducla Soares

"A Fada dos Dentes"
Texto de Luísa Ducla Soares e ilustrações de Ana Valente
Editado pela Porto Editora em 2017

Há muitas histórias de fadas. Em tempos que já lá vão, faziam as suas magias com varinhas de condão, transformavam ratinhos em cavalos, abóboras em carruagens… Mas, de todas, só uma subsiste nos dias de hoje. Sabem qual é?

A Fada dos Dentes, que voa de noite, de quarto em quarto, à procura de um dentinho de leite debaixo da almofada, trocando-o por um presente. Mas, atenção, ela só gosta de dentes bem limpos e branquinhos! Se não… e mais não vou contar!
Fonte: Wook


Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras!

terça-feira, 23 de outubro de 2018

"Nasredin & o seu Burro", um livro de Odile Weulersse

"Nasredin & o seu Burro"
Texto de Odile Weulersse e ilustrações de Rébecca Dautremer
Editado pela Educação Nacional em 2008

No mercado, Nasredin estende o seu velho tapete e apregoa bem alto a qualidade dos seus produtos. Entretanto, o seu burro desaparece misteriosamente. Para desmascarar o culpado Nasredin decide inventar uma terrível história...

Ilustrações de Rébecca Dautremer

"Tendo, uma vez mais, como protagonista Nasredin, um menino, pequeno e sagaz, de origem oriental, este é um conto exemplar tanto do ponto de vista da construção diegética e do próprio discurso literário, como ao nível da configuração visual. 
Neste livro, conta-se a história de uma criança que, tendo de ir ao mercado vender e comprar alguns produtos, depara com uma situação difícil - o roubo do seu burro. Com imaginação e uma extraordinária capacidade de reacção ao imprevisto, consegue, sozinho, resolver o seu problema. Nesse momento e para desmascarar o ladrão, é determinante o seu dom natural para inventar e contar histórias. 
Ambos os textos, o verbal e o pictórico, recriam, com particular verosimilhança, a cor local e o ambiente exótico em que decorre a acção. O primeiro, o linguístico, é marcado por uma notória expressividade, pelo recurso a estratégias como o humor, o discurso directo, a metáfora, a comparação, a hipérbole e a adjectivação. 
Já o segundo ou o pictórico destaca-se pela forma apelativa como são representados o cenário e o seu carácter exótico, os principais momentos da acção, nomeadamente os de tensão e, em especial, as figuras humanas, cuja emotividade transparece dos rostos e gestos. Nota máxima para este belo volume. "

Por Sara Reis da Silva in www.casadaleitura.org

Fonte: interior do livro


Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para o 3º ano de escolaridade

Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras!

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

"Baltasar, o Grande" , um livro de Kirsten Sims

"Baltasar, o Grande"
Texto e ilustrações de Kirsten Sims
Editado pela Orfeu Negro em 2016

O Baltasar era o MELHOR urso violinista do mundo. Chamavam-lhe BALTASAR, O GRANDE! Um dia, é libertado do circo e inicia uma longa viagem. Diz adeus aos velhos amigos, visita novos lugares e faz novos amigos também. Mas a viagem é longa e os dias estão cada vez mais frios… Conseguirá o Baltasar encontrar o caminho até casa?
Fonte: Wook


Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para Educação Pré-Escolar

Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras!

"Franklin planta uma árvore", um livro baseado nas personagens criadas por Paulette Burgeois e Brenda Clark



"Franklin planta uma árvore"
Editado pela Asa em 2006

No Dia da Terra, o Sr. Garça distribui árvores a todos. O Franklin faz planos para, nesse dia, construir uma casa na árvore e montar um baloiço, e fica desiludido ao receber apenas um pequeno rebento. Mas logo compreende que esse rebento há-de um dia tornar-se numa bela e frondosa árvore.


Depois do êxito televisivo (a série de animação esteve em exibição no Canal Panda, ininterruptamente, entre 2001 e 2005), os livros do Franklin têm vindo a apaixonar milhões de pequenos leitores em todo o mundo: as suas histórias, sempre simples e divertidas, encontram-se publicadas em mais de 50 países (mais de 30 línguas).


Fonte: Wook


Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras! 

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

“Viva a Natureza: A Água”, um livro de Isabel Thomas

"Viva a Natureza: A Água"
Texto de Isabel Thomas e ilustrações de Paul Morgan.
Editado pela Booksmile em 2018


"A água cobre a maior parte do nosso planeta e é essencial à vida.

Porque é a água tão especial?

Explora... como a água dá forma ao nosso planeta e como a usamos no dia a dia.
 
Investiga... a água e o tempo, fazendo experiências divertidas, como criar uma nuvem dentro de um frasco.

Cria... um pequeno lago no teu jardim para albergares alguns animais.”

Fonte: contracapa do livro

Ilustrações de Paul Morgan

Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras!

terça-feira, 16 de outubro de 2018

"Um capuchinho vermelho", um livro de Marjolaine Leray

"Um capuchinho vermelho"
Texto e ilustração de Marjolaine Leray
Editado pela Orfeu Negro em 2018


Capuchinhos vermelhos há muitos, mas este é um capuchinho destemido e não vai deixar-se engolir pelo maldito lobo! 

Com ilustrações de traço minimal, Marjolaine Leray recria este conto tradicional de forma inesperada e acrescenta-lhe um humor muito especial que irá deliciar miúdos e graúdos. 

Fonte: Fnac

(..)


para a mesa...

(...)

uau! tens
cá umas orelhas!
(...)

(...)"

Fonte: interior do livro

Selecção PRIX SORCIÈRES 2010 

Selecção 1.º ÁLBUM da FEIRA DO LIVRO INFANTIL DE MONTREUIL 2009




Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras!

sábado, 6 de outubro de 2018

"Alfabeto de Adivinhas", um livro de João Manuel Ribeiro

"Alfabeto de Adivinhas"
Texto de João Manuel Ribeiro e ilustrações de Rui Castro
Editado pelo Acento Tónico em 2018

Este livro combina o alfabeto com as adivinhas, despertando a curiosidade dos pequenos leitores e jogando com as suas expectativas e diferentes possibilidades de interpretação. 

Cada uma das 26 adivinhas, sob a forma de quadra, e cuja solução começa com uma letra do alfabeto, refere-se a um objeto que a ilustração ajuda a identificar, fornecendo também pistas falsas, pondo assim à prova a atenção dos leitores. 

Brincar e desafiar os pequenos leitores é o propósito deste Alfabeto de Adivinhas!

Fonte: contracapa do livro



Obra disponível na Rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras!