terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

"Três Tristes Tontos", um livro de Tony Ross

"Três Tristes Tontos"
Texto e ilustração de Tony Ross
Editado pelos Livros Horizonte em 2012


"Era uma vez um esbelto mas sensato rapaz, que tombou de amor por uma linda mas tonta rapariga. Depois de ter conhecido a tonta família de Joana, Jorge pergunta-se se casar com ela será afinal a coisa mais sensata a fazer… 


De Tony Ross, o aclamadíssimo, multipremiado e maior bestseller britânico da ilustração, aqui com texto também da sua pena, num magnífico tributo ao humor."

Fonte: contracapa do livro


Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para o 2º ano de escolaridade.

Obra disponivel na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas leituras!

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

"A grande questão", um livro de Wolf Erlbruch

"A grande questão"
Texto e ilustração de Wolf Erlbruch
Editado pela Bruaá em 2008

"O gato, o padeiro, a avó, um marinheiro, uma pedra, um pato, entre tantos outros e, por fim, a mãe. Todos dão a sua resposta a esta grande questão.
Quem a pôs?
Uma criança, provavelmente.
Cada um de nós, ao crescer, encontrará novas respostas."
Fonte: contracapa do livro




Com extrema delicadeza, Wolf Erlbruch coloca o leitor na condição de um Entrevistador. Os pais, a avó, o gato, o soldado, a pedra... Cada um tem a sua resposta para a grande Questão: 
Por Que Viemos Ao Mundo
As respostas são ora diretas, como a do Padeiro que diz estar aqui ""Para Acordar Cedo"", ora insólitas, como a do pato, que diz não ter "A Menor Ideia". 
Fazendo uso da colagem e do desenho, este livro é uma bela e divertida introdução à Filosofia. Para Curiosos de Plantão.

Fonte: FNAC



"Álbum premiado, que evidencia uma expressividade e uma sensibilidade raras, este livro do alemão Wolf Erlbruch, o terceiro publicado pela editora Bruaá, propõe, com uma simplicidade invulgar, uma reflexão acerca de uma questão complexa, filosófica, numa palavra, ”grande”: por que motivo(s) estamos no mundo? 
É esta dúvida – materializada no próprio título – que desencadeia o conjunto de respostas que compõem esta obra. À grande qualidade visual das ilustrações, a ocuparem páginas duplas e compostas a partir de uma técnica mista, associa-se um texto verbal simultaneamente conciso e insólito, sério e humorístico, simples e questionador. Este é colocado na voz de uma criança “intrigada” (visualmente recriada logo na capa) e de um gato, um piloto, um pássaro ou o número três, uma pedra, a morte e um cego, por exemplo, figuras que, cada uma à sua maneira, procuram avançar com uma resposta plausível (pelo menos, relativamente à sua própria mundivivência).
A singularidade da construção verbo-icónica, bem como a inclusão, no final, de uma folha pautada onde se pressupõe o registo de outras respostas à questão, à medida que se for crescendo, parecem comprovar a variedade de níveis de leitura que esta obra estimulante possibilita. "

Por Sara Reis da Silva in http://magnetesrvk.no-ip.org/casadaleitura/portalbeta/bo/portal.pl?pag=sol_lm_fichaLivro&id=1578


Obra disponivel na Rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas leituras!

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

"A ilha do Avô", um livro de Benji Davies

"A ilha do Avô"
Texto e ilustrações de Benji Davies
Editado pela Orfeu Negro em 2017

"A ilha do Avô é um lugar mágico, onde o Cid gostava de ficar para sempre. Um lugar com animais de todas as cores, casas nas árvores e cascatas cristalinas. 
O Avô escolhe ali ficar, mas o Cid, em breve, tem de partir... do mesmo autor de A Baleia, esta é a ternurenta aventura de um avô e de um neto, que, mesmo longe um do outro, nunca se hão-de separar."
Fonte: Contracapa do livro



 
“Situada ao fundo do jardim, a casa do avô do Cid tem sempre uma chave escondida debaixo do vaso de flores, para que este possa lá entrar sempre que lhe apetecer. Um dia, o avô decide levá-lo até uma ilha mágica, que surge retratada por Davies com desenhos que se contemplam quadros urbano-naturalistas, repletos de pormenores, passíveis de serem admirados durante horas de modo a se absorver todas as histórias que contam.




É nessa ilha que o avô se pretende estabelecer, deixando para trás a vida na cidade e o neto às portas da idade adulta. Com a mesma ternura expressa em “A Baleia”, Benji Davies escreveu uma história sobre o crescimento, as heranças emocionais, a formação da personalidade, os ensinamentos ganhos e conquistados pela acção de outros em nós e, também, sobre a inevitabilidade da morte, ainda que esta surja nas entrelinhas desenhada num quase invisível sumo de limão. 
Mais um livro incrível com a assinatura de Benji Davies”.
Fonte: In http://deusmelivro.com



Obra disponivel na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas leituras!


quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

"Atchuuu!", um livro de Mij Kelly

"Atchuuu!"
Texto de de Mij Kelly e ilustrações de Mary Mc
Editado pela Minutos de Leitura em 2014

Esta é a história da Suzi Su, e do famoso dia em que fez...
A verdade é que ela espirrou, mas não tapou a boca com a mão. Os seus amigos animais ficaram chocadíssimos. Estava na hora de lhe ensinarem boas maneiras!


Começa assim:

"Esta é a história da Suzi Su e do famoso dia em que fez...


Atchuuu!
Fonte: interior do livro


Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para apoio a projetos relacionados com o corpo humano/saúde na Educação Pré-Escolar, 1º e 2º anos de escolaridade.

Obra disponivel na Rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras!

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

"O Bolinha visita um amigo", um livro de Eric Hill

"O Bolinha visita um amigo"
Texto e ilustrações de Eric Hill
Editado pela Presença em 1991




O Bolinha vai passar o dia a casa do seu amigo Barnabé. Mas esqueceu-se de levar uma coisa muito importante. Felizmente a mãe lembrou-se a tempo.

Fonte: contracapa do livro



O Autor:


Eric Hill, autor e ilustrador inglês de diversos livros infantis, ficou mundialmente conhecido pelo simpático cachorrinho Bolinha.






Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura



Obra disponivel na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras!

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

"O bebé" de Fran Manushkin


"O bebé"
Texto de Fran Manushkin e ilustrações de Ronald Himler
Editado pela Sá da Costa Infantil em 1981

"Clássico da literatura infantil e objecto de múltiplas edições em diferentes línguas, este volume recria as relações familiares baseadas no afecto, propondo uma narrativa original e divertida que parte da recusa do bebé em nascer, habituado que está à vida intra-uterina. 
A família, contudo, une-se em torno da necessidade de o convencer a nascer, criando-lhe uma imagem positiva da vida. Serão os afectos que ajudarão, de forma definitiva, a trazer o bebé à vida, criando-lhe um ambiente feliz, repleto de manifestações de afecto


As ilustrações, muito simples, a preto e branco, recriam com fidelidade as cenas e as personagens. A excepção é a representação do bebé que é representado no interior da mãe em diferentes posições e manifestando vontades e desejos. 


Claramente original, pela perspectiva da narração centrada no universo infantil ainda no interior do corpo da mãe, o livro é um excelente ponto de partida para o diálogo em família."

Por Ana Margarida Ramos in www.casadaleitura.org

Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura
Ilustrações de Ronald Himler

Obra disponivel na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas leituras!

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Já Não Faço Xixi na Cama! de Mary McQuillan

Já Não Faço Xixi na Cama!
Texto de Mary McQuillan e ilustrações Jane Clarke
Editado pela Gailivro em 2006


"O Dino foi convidado para dormir em casa do Picos na sexta-feira e está ansioso! 
Vão ver os Medossauros na Floresta e comer pipocas de feno e… 
Mas há um pequeno problema: o Dino ainda faz xixi na cama. Conseguirá ficar sequinho até sexta-feira? 

Uma história ternurenta e reconfortante para os mais pequenos que ainda fazem xixi na cama."

Fonte: contracapa do livro




Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para a Educação Pré-Escolar

Obra disponível na rede de Bibliotecas do concelho de Arganil
Boas Leituras!