segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

É um livro de Lane Smith

A Sala Infantil apresenta uma das suas mais recentes aquisições:
É um livro, uma obra de Lane Smith editado pela Presença em 2011.

No interior do livro podemos ler um texto sobre a obra do autor/ilustrador:

Lane Smith
“Lane Smith nasceu 1959, no Oklahoma, EUA. É autor e ilustrador de LIVROS infantis que receberam vários prémios e venderam muitos milhares de exemplares em todo o mundo. Tem um gosto muito especial por LIVROS desde a infância, adora sentir-se rodeado de LIVROS, folhear as suas páginas, lê-los. Foi certamente por querer aprender a fazer LIVROS que se formou em Belas-Artes. Ao longo do tempo foi ganhando maior domínio sobre a magia que pode existir nos LIVROS – não é só o prazer da leitura, mas a combinação de todos os elementos de que os LIVROS são feitos: a textura do papel e das tintas, os respectivos cheiros, as cores e as imagens, as formas das letras, a maneira como tudo isto se apresenta e constitui uma outra linguagem silenciosa que nos encanta.”

Começa assim:



O que tens aí?
É um livro.
Como é que fazes avançar o texto para ler?
É fácil!
Viro a página.
Isto é um livro.
E consegues fazer um blogue com isso?
Não, isto é um livro.
Onde tens o rato?
...


 Um livro maravilhoso com uma história encantadora que convidamos todos a ler!!!

Se quiseres saber mais visita a página oficial em www.lanesmithbooks.com
Obra disponível na Biblioteca Municipal Miguel Torga de Arganil



sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Vencedores do Concurso Mensagens de Natal

Decorreu até ao dia 9 de Dezembro de 2011 o Concurso de Mensagens de Natal destinado a todos os alunos do 1º, 2º e 3º Ciclos de escolaridade do Concelho de Arganil. Um concurso criativo que pretendeu incentivar a criação de cartões de Boas Festas. O trabalho devia apresentar uma mensagem de Natal em prosa ou poesia e ser ilustrado. O concurso contemplou as seguintes categorias:
Categoria A – Crianças que frequentam o 1º e 2º ano de escolaridade;
Categoria B - Crianças que frequentam o 3º e 4º ano de escolaridade;
Categoria C – Jovens que frequentam o 2º e 3º Ciclo.

A Biblioteca Municipal recebeu 89 postais e participaram no concurso as seguintes escolas: o 1º CEB de Arganil, Folques, Sarzedo e o 2º Ciclo de Côja.

Agradecemos a todos a participação e PARABÉNS pela imaginação e criatividade.
Os vencedores de 2011:

Categoria A

Autor: Joana Duarte
Pseudónimo: Cátia
Escola: 1º CEB de Folques (1º ano)


Categoria B

Autor: Catarina Isabel Costa Santos
Pseudónimo: Eva
Escola: 1º CEB de Arganil (3º ano)
 
Categoria C
Autor: Lindsey Salles
Pseudónimo: Megan Nichole
Escola: 2º Ciclo de Côja (6º A ano)


terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Sugestões de Leitura para este Natal!


 
Ana Saldanha
O Pai Natal Preguiçoso e a Rena Rodolfa é o título de um livro escrito por Ana Saldanha com ilustrações de Alain Corbel, editado pela Caminho em 2004. Pode ler-se na contracapa:

"É Dezembro. Na Lapónia, andam todos muito atarefados. O carteiro entrega as cartas, a secretária do Pai Natal, a rena Rodolfa, lê-as e procura as prendas pedidas nas prateleiras, as outras renas preparam-se para a grande corrida de Dezembro. Só o Pai Natal parece não ter pressas. Mas, quando estão já de partida, descobre-se que o provérbio de que o Pai Natal tanto gosta - "Devagar, que tenho pressa" -  está mesmo certo. Do que é que a Rena Rodolfa se foi esquecer?! "

Começa assim:

“Faltam vinte e quatro dias para o Natal.
O carteiro desce do seu trenó com tracção a quatro renas e arrasta pela neve um saco cheio de cartas até à porta do número 25, na Alameda das Prendinhas.
- Ora bem – resmunga o carteiro - , o melhor é tocar à campainha. Estas cartas todas não cabem na caixa do correio. Ufa! Durante o mês de Novembro andei numa roda-viva a entregar catálogos e promoções especiais. E agora são estas montanhas de cartas com as encomendas. Um destes dias recuso-me a trazer correspondência ao Pai Natal.
Olha para a placa dourada na porta, à direita da campainha: Pai Natal e C. ia Ilimitada. Presentes de Natal. Aceitam-se Encomendas. Entrega ao domicílio”.

  
Obra disponível na Biblioteca Municipal Miguel Torga e na Biblioteca escolar da EB1 de Arganil

José Jorge Letria

Bom Natal, Pai Natal!

Este livro foi escrito por José Jorge Letria e ilustrado por António Modesto, editado pela Edinter em 1996.
O autor nasceu em Cascais, a 8 de Junho de 1951. José Jorge Letria é jornalista, poeta, dramaturgo, ficcionista e autor de uma vasta obra para crianças e jovens. Jornalista desde 1970, começou por colaborar em suplementos juvenis no Diário de Lisboa e foi também redactor, editor de jornais e chefe de redacção.
Como escritor salienta-se na poesia, no conto, no teatro e, fundamentalmente, na literatura para a infância e juventude. Para além destas funções, político dedicado à cultura, professor e dirigente associativo, é conhecido como compositor e intérprete de canções que proclamavam os valores da liberdade e da democracia, música de intervenção na década de 70.
Foi autor de programas de rádio e de televisão, destacando-se na participação durante vários anos, na equipa da “Rua Sésamo” em Portugal. É actualmente presidente da Assembleia-geral da Sociedade Portuguesa de Autores. Em 1992, recebeu a medalha da International des Arts et des Lettres, de Paris, juntamente com os escritores Natália Correia e David Mourão Ferreira. Em 1992 foi condecorado pelo Presidente da República com a Ordem da Liberdade.


      "Não é nada fácil a vida de um Pai Natal…” Este livro conta-nos a história de um carteiro que se tornou Pai Natal. Toda a gente conhecia esse homem e esse homem conhecia toda a gente. Na altura chamava-se Thor e vai-nos explicar como é que se chega a Pai Natal.
   Certo dia, Thor adoeceu e com menos vontade de distribuir correspondência de rua em rua, de casa em casa, pensava que a sua vida chegava ao fim. Até que apareceu, junto à cabeceira, uma rapariga de vestido branco e olhos verdes que parecia ter luz própria, como uma estrela ou uma fogueira nocturna. O que ela lá fazia?


Começa assim:
Ilustrações de António Modesto
"Não é nada fácil a vida de um Pai Natal. Se não acreditam, prestem atenção àquilo que vos vou contar. As peripécias são muitas e os azares ainda mais. É por isso que as minhas barbas estão cada vez mais brancas. Brancas da neve, que, em flocos, nelas vai pousando, mas também das preocupações que não me dão sossego.

Querem saber como é que se chega a Pai Natal? Então eu vou explicar-vos. Pode ser-se Pai Natal de muitas maneiras. Eu, por exemplo, não escolhi esta profissão. Foi ela que me escolheu, sim porque os ofícios também podem escolher as pessoas e não o contrário".


Obra disponível na Biblioteca Municipal Miguel Torga e na Biblioteca escolar da EB 2, 3 de Coja
  

Hoje é Natal!Um livro escrito por José Vaz e ilustrado por João Caetano, Editado pela Gailivro em 2001.

 “Na noite da consoada, o Mário tem a presença do avô Fernando, que lhe trouxe uma vela que contém o espírito do Natal. Ao jantar, acendem-na e a magia da chama vai permitir recordar as pessoas queridas e espalhar sentimentos de amizade e partilha. O relato de um Natal que o avô vivera em criança e em que a ceia tinha sido dividida com uma família muito pobre faz com que o Mário, ao olhar a chama, sinta o espírito do Natal de que falavam”. Rui Marques Veloso (Casa da Leitura).

Começa assim:
    "O avô Fernando chegou de longe com uma mala muito pesada. Ajudei-o a levá-la para o meu quarto e não o larguei mais, enquanto não a abriu.
    - O que traria ele dentro daquela mala tão grande? prendas de Natal? Surpresas? Brinquedos? Livros? - perguntava a mim próprio.
Mortinho de curiosidade, andei à sua volta como uma mosca, a zumbir perguntas.
    - Ó avô, o que é que trazes?
    - Tem calma, tem paciência que logo te mostro! - aconselhou, ainda com a voz ofegante por ter carregado comigo aquela mala.
    - Anda lá, diz-me só a mim que eu não digo a mais ninguém!
    - As prendas e as surpresas só se mostram logo, depois da ceia. Não sejas chato!
    - Diz-me, que eu prometo guardar segredo! - insisti."  

Obra disponível na Biblioteca Municipal Miguel Torga, Biblioteca Alberto Martins de Carvalho
e na Biblioteca escolar da EB1 de Arganil


Requisita estes livros numa biblioteca perto de ti!
Partilha os contos com a família
e não te esqueças,
 Ler é Saber!

Direitos Humanos

Os direitos humanos são os direitos e liberdades básicos de todos os seres humanos. Normalmente o conceito de direitos humanos tem a ideia também de liberdade de pensamento e de expressão, e a igualdade perante a lei. A Declaração Universal dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas afirma: “Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade".
Fonte: Wikipédia
Partilha a tua opinião acerca do primeiro artigo dos Direitos Humanos!

Para consultares a Declaração Universal dos Direitos Humanos visita:http://www.ohchr.org/EN/UDHR/Pages/Language.aspx?LangID=por